Quinta-feira, 19 de Abril de 2007

Friúmes [Penacova]

FREGUESIA DE FRIÚMES [FRAMIANES no sec X]

Situada no extremo sudeste do concelho, na margem esquerda do rio Alva, afluente do Mondego, dista sete quilómetros da vila de Penacova. Ocupa uma área de 14,7 km2, distribuída pelas povoações seguintes: Carregal, Friúmes, Miro, Outeiro Longo, Vale do Conde, Vale de Maior, Vale do Meio, Vale do Tronco e Zagalho.
Friúmes foi um curato da apresentação do prior de Penacova, que tinha 30$000 réis de renda anual. A Universidade de Coimbra possuiu por aqui alguns casais, sujeitos e juradoria de Mucela e à matriz de Santa Maria da Arrifana.
A freguesia surgiu em desanexação da de Penacova.
Pertenceu ao concelho de Vila Nova de Poiares até 24 de Outubro de 1855.
A Igreja Matriz, dedicada a S. Mateus, foi reedificada e benzida em 1779, mas logo incendiada, poucos decénios depois, durante as Invasões Francesas. É de referir o seu altar-mor em talha dourada. São ainda dignas de referência algumas peças de prata do seu património.
Nelson Correia Borges escreve, em "Coimbra e Região": "Esta vertente norte da serra da Atalhada, que se aproxima do leito do Alva em vales, ravinas e outeiros, é terra da freguesia de Friúmes. Pequenos povoados pontilham aqui e além de branco ou terroso a mancha verde desta serra onde outrora laboraram 22 moinhos de vento que hoje não passam de torres arruinadas por entre o matagal. Carregal, Vale do Conde, Zagalho são miradouros singulares sobre a Casconha e as terras beirãs até à Estrela.
Faltam elementos para a história desta zona, embora a povoação sede já apareça mencionada em documentos do século X, com o nome de "FRAMIANES". Talvez os romanos já por cá tivessem andado a explorar ouro. Próximo de lugar de Miro existe uma velha mina abandonada a que o povo chama a "Toca da Moura". A terra que daí se extraia era levada em zorras - espécie de carro sem rodas - até ao Alva, para ser lavada, à procura de pepitas.
Ao fundo de Friúmes, em largo povoado de oliveiras - continua o mesmo autor, mais adiante -, alveja a Capela da Senhora do Cabo. Se excluirmos a imagem de Nossa Senhora da Purificação, gótica, dos séculos XV-XVI, esculpida em madeira, nada tem esta capela que artisticamente se destaque. Mas o local é de grande beleza.(from ANAFRE)


Na época a que se reporta o texto acima os moinhos da Serra da Atalhada estavam, de facto, em ruína. Hoje, grande parte deles, estão recuperados e transformados em turismo de habitação. Têm como suporte um restaurante moderno e paisagens fabulosas.
Corre perto o Rio Alva. Pode descer-se de carro até Vale da Chã ou dar uma saltada ao Vimieiro [S. Pedro d'Alva].


 

 

 


 

publicado por framianes às 19:54

link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De rita a 10 de Outubro de 2007 às 22:54
Friumes é sempre Friumes! Terra fantástica e inesquecível mesmo para aqueles que só lá passam pequenos momentos!
De antonio gaspar a 6 de Julho de 2010 às 23:38
alou Mario foi com grande satisfação encontrei teu blog talves não te recordes de mim pois já são muitos anos de nossas farras passadas em friúmes e no carregal tomando um belo vinho na tua casa e do meu padrinho no carregal adelino gaspar onde depois da festa terminar fomos tomar vinho acompanhada de cebola com sal nesse ano estavamos ADELINO e FERNANDO COIMBRA,EU ,CARDOSO DE LISBOA ,POLIBIO,ADELINO MARCELO DO CARREGAL, grande abraço...
De framianes a 6 de Julho de 2010 às 23:50
Claro que me lembro dessas passagens.
Que saudade desse tempo, embora com alguns exageros... :)
Abrir as cebolinhas 4 e depois meter sal lá dentro.
E o Sr Adelino Gaspar, sempre com um sorriso, uma pessoa muito afável e amiga.
Lembro de todos quantos referiste - um abraço para ti e para todos os outros
O meu endereço de email é framianes@gmail.com
Abraço
De Antonio Paula a 11 de Setembro de 2010 às 18:09
antonio gaspar vi a msg q mandaste a mario oliveira em julho. nao te lembras de mim. tambem sou sobrinho do ti adelino e da tia madalena,sou primo do adelino e fernando coimbra. chamavam-me tonito caralhao. estou em angola,onde quer que estejas, tudo de bom para ti e para os teus.ABRAÇO
De Oliverio Almeida a 3 de Agosto de 2010 às 17:11
Boa tarde.

Eu também já passei bons momentos em Friúmes e arredores, ao passar por este blog lembrei me desta excelente terra e dos grandes amigos que lá deixei e nunca mais vi. Para todo people do Porto, Coimbra, Carregal, Zagalho , Vale do Conde, Miro, Vale Maior, Vale do Tronco e claro Friúmes um grande e forte abraço.

Tudo passa...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nova Praxis, na Sé Velha,...

. Terapia de Grupo

. Alguém atirou no "Urso"

. Diario de uma virgem...

. Don't Worry, Be Happy - b...

. Pai Sofre

. ... canto o fado!!!

. Conto de Fadas

. SolPosto

. NATAL... devia ser todos ...

.arquivos

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds